logo Real cds
clemilton alencar
maxx gelo
anuncie aqui

Cabo da PM mandou matar personal trainer que tinha relacionamento com sua esposa

Além do militar, outras duas pessoas foram presas por suspeita de participação no assassinato de Gabriela Santiago.

Conclusão do caso foi apresentada nesta quarta-feira pela delegada Thaís Galba. Foto: Thalyta Tavares/Esp/ DP

Conclusão do caso foi apresentada nesta quarta-feira pela delegada Thaís Galba. Foto: Thalyta Tavares/Esp/ DP

A Polícia Civil apresentou nesta quarta-feira a prisão de três pessoas envolvidas no homicídio da personal trainer Gabriela Conceição Santiago, de 24 anos. O crime aconteceu no dia 16 de fevereiro deste ano, no Janga, Paulista. Foram presos o mandante, o cabo da Polícia Militar Mauro Brasil de Sá Leitão, 39 anos; o executor, Paulo Fernando Crespo de Araujo Neto, de 27 anos, e Ricardo Caetano Gomes, 40 anos, acusado de atrapalhar as investigações. O trio foi preso na terça-feira (25), quando também foram cumpridos cinco mandados de condução coercitiva e outros cinco de busca e apreensão. (mais…)

Após 200 mil perícias, governo cancela 180 mil auxílios-doença, diz ministério

Resultado de imagem para Governo cancela 180 mil auxílios-doença

Levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) aponta que, após realizar 200 mil perícias, o governo decidiu cancelar 180 mil auxílios-doença. Com isso, diz a pasta, será possível economizar R$ 2,6 bilhões por ano.O resultado, enviado ao G1, abrange os cancelamentos até 14 de julho. O pente-fino do ministério focou naqueles beneficiários que há mais de dois anos não passavam por revisão no INSS, o que é obrigatório.

Previsto em lei, o auxílio-doença estabelece o repasse de dinheiro ao segurado do INSS que, por uma doença ou acidente, fica temporariamente incapaz de trabalhar. Para receber os recursos, a pessoa precisa apresentar laudo médico e passar por revisão.

O pente-fino nos benefícios pagos pelo INSS, previsto em medida provisória, começou em 2016, mas foi suspenso porque o Congresso não aprovou a MP a tempo. O governo, então, editou uma nova MP, e a revisão foi retomada no início deste ano.

Pente-fino no auxílio-doença

Total de perícias até 14 de julho 199.981
Benefícios cortados no período 180.268
Meta de revisão do governo 530.191
Auxílios-doença pagos em julho 1.306.710

Perícias
De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, foram pagos em julho 1,3 milhão auxílios-doença e o objetivo é revisar 530,1 mil.

Até o último dia 14 de julho, diz o governo, foram feitas 199,9 mil perícias e, segundo o secretário-executivo do MDS, Alberto Beltrame, a meta é concluir o pente-fino até setembro deste ano.

Dos 180,2 mil auxílios-doença cancelados:
159.964 foram cortados após perícia
20.304 foram cancelados em razão do não agendamento ou não comparecimento do beneficiário ao exame

Constatou-se que a pessoa já tinha recuperado condições de voltar ao trabalho, ou seja, não persistia a incapacidade que deu motivo ao benefício, lembrando que recebê-lo nesta condição é indevido e causa prejuízo aos contribuintes“, disse Beltrame ao G1.

Nenhum benefício será cancelado sem que o trabalhador esteja apto ao trabalho, nenhuma injustiça será cometida“, acrescentou o secretário.

Economia

O secretário-executivo do MDS destacou também que, com o pente-fino, será possível economizar R$ 2,6 bilhões por ano, de maneira “consolidada e permanente“.

Em seguida, Beltrama Beltrame acrescentou que também haverá revisão nas aposentadorias por invalidez e a expectativa do governo é economizar, ao todo, cerca de R$ 10 bilhões por ano.

Aposentadoria por invalidez

Após o pente-fino no auxílio-doença, o INSS revisará as aposentadorias por invalidez, possivelmente a partir de agosto.

Pente-fino nas aposentadorias por invalidez

Aposentadorias por invalidez pagas em julho 3.477.468
Meta de revisão do governo 1.004.886

Beltrame explicou que o INSS vai usar na aposentadoria por invalidez o mesmo modelo do auxílio-doença para convocar as pessoas que precisam ser examinadas pelos peritos. Elas receberão carta com aviso de recebimento. Depois de notificadas, terão cinco dias úteis para ligar no 135 e agendar a perícia.

O pente-fino nas aposentadorias por invalidez será realizado em quem tem menos de 60 anos e está há dois anos ou mais sem passar por perícia.

Ficarão de fora da medida os maiores de 60 anos e quem tem 55 anos e já recebe o benefício há pelo menos 15 anos.

www.24horasnews.com.br

Governo aprova CNH digital que poderá ser levada em celular

Resultado de imagem para O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou nesta terça-feira a criação de uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital. O documento poderá ser salvo em smartphones e terá a mesma validade que a versão impressa. O novo formato deve entrar em vigor em fevereiro de 2018, e a versão em papel da carteira de habilitação continuará sendo produzida. Na versão digital, a verificação da autenticidade será feita através de certificados eletrônicos ou por leitura de QR Code (registro similar a um código de barras). Está em testes também um aplicativo para que agentes de trânsito possam consultar as informações do documento através de QR Code que é impresso nas habilitações em papel desde maio. Segundo o ministro das Cidades, Bruno Araújo, a validade do documento é igual ao da impressa porque já existe regulamentação sobre certificação eletrônica, que permite reduzir a burocracia. “Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito à multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital”, disse. Dirigir sem a CNH é infração leve, e gera multa de 88,38 reais e retenção do veículo até a apresentação do documento. (Via: Veja)

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou nesta terça-feira (25) a criação de uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital. O documento poderá ser salvo em smartphones e terá a mesma validade que a versão impressa. O novo formato deve entrar em vigor em fevereiro de 2018, e a versão em papel da carteira de habilitação continuará sendo produzida.

Na versão digital, a verificação da autenticidade será feita através de certificados eletrônicos ou por leitura de QR Code (registro similar a um código de barras). Está em testes também um aplicativo para que agentes de trânsito possam consultar as informações do documento através de QR Code que é impresso nas habilitações em papel desde maio.

Segundo o ministro das Cidades, Bruno Araújo, a validade do documento é igual ao da impressa porque já existe regulamentação sobre certificação eletrônica, que permite reduzir a burocracia. “Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito à multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital”, disse.

Dirigir sem a CNH é infração leve, e gera multa de R$ 88,38 reais e retenção do veículo até a apresentação do documento. 

http://www.nativanews.com.br

Polícia Federal deflagra a operação Cobra, a 42ª fase da Lava Jato em PE, DF, RJ e SP

Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (27), a 42ª fase da Operação Lava Jato. Batizada com o nome Cobra, a etapa atual tem mandados expedidos pela Justiça para serem cumpridos em Pernambuco, no Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

A PF visa cumprir três mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão. Um dos mandados de prisão é para Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras. O foco da investigação é a atuação do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras pela prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, dentre outros. 

Os ex-dirigentes das entidades e outras pessoas próximas teriam recebido ao menos R$ 3 milhões da Odebrecht em propina. O objetivo do grupo era evitar que o grupo baiano não tivesse problemas nos contratos com a Petrobras. 

Segundo a Polícia Federal, os repasses indevidos só cessaram depois que o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, foi preso. 

O nome da operação é uma referência ao codinome dado ao principal investigado nas tabelas de pagamentos de propinas apreendidas no chamado Setor de Operações Estruturadas da Odrebrecht durante a 23ª fase da operação.

Blog: O Povo com a Notícia

Operação Cobra: ex-presidente do BB e Petrobras é preso na 42ª fase da Lava Jato

Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, foi preso durante a operação Cobra, 42ª fase da Lava Jato, deflagrada nesta quinta-feira (27), pela Polícia Federal. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária no Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Os presos serão trazidos para a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Segundo nota da PF, também são alvos desta fase pessoas ligadas a ele, pela prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. 

Em junho deste ano, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância, autorizou o inquérito contra Bendine após pedido do Ministério Público Federal (MPF). O ex-dirigente foi citado em delações premiadas dos ex-executivos Marcelo Odebrecht e Fernando Ayres da Cunha Santos Reis.

Os ex-executivos da Odebrecht disseram que Bendine teria solicitado ‘pagamento de vantagem indevida’ para a empreiteira não ser prejudicada em contratos com a estatal. Marcelo Odebrecht declarou que declarou que, após solicitação de Bendine, ‘ofereceu, prometeu e pagou vantagem indevida no valor de R$ 3 milhões’.

A delação da Odebrecht ainda cita que Aldemir Bendine ‘apresentou-se como um ‘interlocutor da Presidente da República’, na época Dilma Rousseff (PT), demonstrando poder agir em busca de atenuar os avanços da Operação Lava Jato.

“O valor teria sido supostamente pago por meio de três entregas em espécie, operacionalizadas pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, em local indicado por André Gustavo Vieira da Silva, apontado pelos colaboradores como sendo o intermediário do então presidente da Petrobrás, Aldemir Bendine”, anotaram os procuradores Paulo Roberto Galvão de Carvalho, Athayde Ribeiro Costa e Jerusa Burmann Viecili no documento enviado a Moro.

O nome da operação é uma referência ao codinome dado ao principal investigado nas tabelas de pagamentos de propinas apreendidas no chamado Setor de Operações Estruturadas da Odrebrecht durante a 23ª fase da operação.

Blog: O Povo com a Notícia

Belém do S. Francisco-PE: Irmãos presos com de 22,25Kg de maconha

Nesta quarta-feira (26), Policiais Militares da 1ª CIPM, através do Serviço de Inteligência NIS-II, tomaram conhecimento de que Gilson João Damos, 54 anos e seu irmão Gildo João Damos, 41 anos, estariam cultivando um plantio de maconha no Projeto Manga de Baixo, zona rural de Belém do São Francisco-PE, no sertão do estado, sendo organizada uma ação militar, envolvendo equipes do GATINIS-II e Malhas da Lei da 1ª CIPM. No local apontado pela investigação, o policiamento verificou a realidade do fato, entretanto a plantação da erva já havia sido colhida, restando uma pequena amostra do plantio.
Em andamento às diligências naquela localidade, a PM apreendeu 01 espingarda tipo “soca soca” e uma peça de cabo de fibra óptica supostamente proveniente de roubo, sendo feito diligências apontadas para as moradias do GILSON e do GILDO. Na residência do GILSON onde a polícia, após o cerco e abordagem, apreendeu nas dependências da casa, um saco de nylon abastecido com 12,450Kg de maconha, já na casa do GILDO,  foi encontrado em um dos cômodos, outro saco de nylon contendo 8,900Kg da mesma erva, totalizando 22,25Kg de maconha pronta para o comércio. Os acusados, após receberem voz de pisão, foram conduzidos para o Distrito Policial da 188ª Circunscrição em Belém do São Francisco-PE, aonde foi concluído o flagrante.
Por: Clodualdo Sousa – Giro Sertão

Secretaria de saúde da capital paraibana emite nota, sobre a morte da senhora de 63 anos que morreu na calçada

NOTA – Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que a paciente Maria das Neves da Silva, de 63 anos, ingressou no Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity, em Mangabeira, na última segunda-feira (24), com dores abdominais, havendo identificação de cálculo na vesícula biliar.

A paciente foi submetida a exames de ultrassonografia, mas não foi operada de imediato devido ao seu histórico de doença cardiovascular prévio – foi operada há 10 anos -, diabetes – é usuária de insulina – e por estar com pressão arterial oscilante. Devido aos problemas dela, foi necessário fazer uma avaliação do quadro da paciente para que houvesse indicação de procedimento cirúrgico.

Ela foi posta em monitoração e houve realização de acesso venoso e de exames para avaliação da parte cardiológica, não sendo constatado risco iminente. O problema de cálculo biliar não é caracterizado um procedimento de urgência.

A paciente Maria das Neves, residente a 500 metros do Complexo Hospitalar de Mangabeira, esteve lúcida e consciente durante todo o período em que esteve na unidade hospitalar. Na manhã desta quarta-feira (26), já com a pressão arterial estabilizada, após ser tratada com hidratação e analgesia, ela arrancou o acesso venoso e se negou a continuar internada.

A equipe de saúde do hospital pediu para que ela permanecesse, mas não é possível obrigar um paciente lúcido e consciente a dar continuidade ao tratamento. A família foi comunicada da evasão, assim que a paciente saiu da unidade hospitalar.

Via: http://patostv.com

Mulher foge do Trauminha, em JP, após ter cirurgia adiada, e morre na calçada

Uma morte foi registrada no início da manhã desta quarta-feira (26) no bairro de Mangabeira. Uma paciente que aguardava uma cirurgia de apêndice morreu após fugir da unidade do Ortotrauma em João Pessoa. 

Segundo informações do esposo da vítima, José Firmino, a mulher só não morreu dentro da unidade porque fugiu buscando atendimento, já que sentia fortes dores desde que deu entrada no hospital. Ele ainda denuncia a falta de segurança no local, já que para dar entrada passou por diversos trâmites burocráticos, no entanto, para que a mulher saísse, foi facilmente tido o acesso.

“Levei minha esposa, no início da manhã de ontem ao hospital e ao chegar na unidade fez os exames e ficou aguardando uma cirurgia para retirada do apêndice, mas teria que ficar em jejum para o procedimento. No final da noite, o médico revelou que não seria feita a cirurgia e que a mulher deveria seguir em jejum na unidade para fazer o procedimento, mas não disse quando. Ele alegou que a apêndice da minha esposa estava inflamada e não podia operar. Minha esposa tinha diabetes e estava passando mal e com muita dor e além disso sem se alimentar. Hoje de manhã recebi o telefonema de que ela tinha fugido do hospital. Eu fiquei indignado porque para entrar no hospital é tão difícil e pra sair foi tão fácil, lá não tinha segurança. Perdi minha esposa, mas se fosse dentro do hospital eu não ia culpar ninguém”, explicou o caso o esposo da vítima.

Até agora a Secretaria de Saúde da prefeitura de João Pessoa não se pronunciou oficialmente sobre o caso. Outro paciente, que entrou em contato com a emissora de rádio, ratificou a denúncia do esposo da vítima, de que a saída de pacientes da unidade hospitalar é frágil e sem fiscalização.

Fonte: PB Agora

MST ocupa fazenda de Eike Batista em Minas Gerais

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) ocuparam na madrugada desta quarta-feira (26) uma fazenda que pertence à MMX, empresa de Eike Batista, em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 200 famílias estão no local. A MMX está em recuperação judicial. A informação é do jornal O Estado de S.Paulo.
Em nota divulgada nesta quarta-feira, o MST afirma que Eike, “preso, acusado de corrupção, ele responde ao processo em prisão domiciliar, dentro de sua mansão. Enquanto isso, os trabalhadores brasileiros continuam sofrendo com o desemprego, a falta de moradia e de acesso à terra”.
Nesta terça-feira (25), o MST ocupou propriedades da Argeplan, que tem como um dos sócios João Baptista Lima Filho, que já foi assessor do presidente Michel Temer (PMDB) e da Amaggi, empresa que pertence à família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi.
Blog: O Povo com a Notícia

Com rombo de R$ 56 bilhões, contas do governo têm pior 1º semestre em 21 anos

As contas do governo registraram um déficit primário de R$ 56,09 bilhões no primeiro semestre deste ano, informou a Secretaria do Tesouro Nacional nesta quarta-feira (26).

Esse é o terceiro ano seguido em que as contas ficam no vermelho neste período. Esse foi o pior resultado para o primeiro semestre desde o início da série histórica, em 1997, ou seja, em 21 anos. Até então, o maior déficit para esse período havia sido registrado em 2016 – quando o rombo somou R$ 36,47 bilhões no primeiro semestre.

Segundo o Tesouro Nacional, houve uma antecipação do pagamento de precatórios em maio e junho de 2017, que normalmente aconteceria somente no fim do ano.

Sem esse efeito, informou o governo, as contas do governo teriam registrado um rombo menor, de R$ 38 bilhões no primeiro semestre. Ainda assim seria o pior resultado da série histórica.

O fraco resultado das contas públicas também acontece em um ambiente ainda de baixo nível de atividade, que tem se refletido na arrecadação de impostos e contribuições federais.

Embora apareçam alguns sinais de melhora no ritmo da economia, como na produção industrial, o desemprego ainda segue alto. Tensões políticas recentes também impactam o nível de confiança do empresariado.

Somente no mês de junho, de acordo com dados oficiais, as contas do governo registraram um déficit primário (sem contar juros da dívida pública) de R$ 19,79 bilhões. Esse foi o segundo mês seguido com as contas no vermelho e, também, o pior resultado para meses de junho. No mesmo período do ano passado, as contas do governo tiveram déficit de R$ 9,79 bilhões.

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, as receitas totais recuaram 1,2% em termos reais (após o abatimento da inflação) de janeiro a junho deste ano, na comparação com igual período de 2016, para R$ 664,8 bilhões.

As despesas totais caíram menos: 0,5% em termos reais, na comparação com os seis primeiros meses do ano passado, para R$ 604,27 bilhões. O governo argumenta que a maior parte das despesas são obrigatórias, diminuindo sua margem de manobra para sua retenção. 

(Via: Folhapress)

VISITANTES

002890
Users Today : 242
Users Yesterday : 496
This Month : 2890
This Year : 2890
Total Users : 2890
Views Today : 1320
Total views : 22222
Who's Online : 9
Server Time: 2017-07-27
salgueirococo
acesso
IMG-20160512-WA0012

Salgueiro-PE: 1º Trilhão de Amigos