1º Encontro Trilhão dos Amigos de Salgueiro-PE

Foi realizado no último domingo (18), o 1º Trilhão dos Amigos na cidade de Salgueiro – PE. A prática da Trilha, vem crescendo extraordinariamente a cada dia , o que é muito importante para os praticantes do esporte, que surgiu como uma forma de transformar os passeios de motos em competição. Na “Trilha”, que nesse evento, teve como organizadores Ary kened, Jediael Yuri , Jaciel Bruno e Izabel, reuniu os amigos, com o intuito de diversão e liberdade e muita, muita adrenalina.

O acontecimento teve inicio ás 08:h do domingo (18), tendo como ponto de partida, a estrada carroçável do Distrito de Pau Ferro (Salgueiro), sendo iniciado com uma oração de proteção aos motociclistas, após o ato religioso, o grupo seguiu destino ao Sítio Letras, passando ainda pelo Sítio Caeira, finalizando no DNOCS por volta das 14:h do mesmo dia, aonde, conforme programação, houve uma recepção de recreação, com almoço e banho de piscina. Após 6hs de percurso, com trechos de difícil acesso e alguns contra tempos, o grupo chegou ao fim da jornada sem problemas significativos. Na oportunidade, o grupo teve a honra da participação do amigo “JC” – Rei dos Adesivos, da cidade de Juazeiro do Norte-CE, prestigiando e participando do trilhão dos amigos, que nesse episódio, contou ainda com a presença mulheres, deixando para trás o preconceito de “sexo frágil”. De acordo com os praticantes, o acontecimento, apesar de cansativo, superou as expectativas, provendo diversão e muita harmonia aos envolvidos no 1º Encontro Trilhão dos Amigos de Salgueiro-PE,

A “Trilha” surgiu como uma forma de transformar os passeios de motos em competição. Estes passeios são chamados fazer trilhas. Praticamente desde que surgiu a moto, no inicio deste século, os motociclistas sentiram que os passeios por trilhas cruzando, riachos, campos, morros, eram tão emocionantes (ou mais) que andar por estradas. Assim foi criado o “Trail” (Palavra inglesa com o significado de trilha), o passeio fora-de-estrada, e as primeiras competições na terra derivadas dele. Logo que as motos começaram a sair da estrada, percebeu-se que uma das vantagens deste novo esporte era justamente a fuga do lugar comum. No lugar do asfalto, a terra, num contato direto com a natureza e as belezas que as cidades esmagaram.

Por Clodualdo Sousa

« 2 de 2 »

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *