clemilton alencar
logo Real cds
maxx gelo
anuncie aqui
serrita

Vice-governador de GO, José Eliton é baleado; candidato a prefeito morre

Homem atirou em quatro pessoas durante carreata e foi morto, em Itumbiara. José Gomes e PM foram mortos; José Eliton e advogado estão feridos.

O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), de 44 anos, foi baleado, na região do abdômen, durante uma carreata nesta quarta-feira (28), em Itumbiara, região sul de Goiás. Um atirador atingiu quatro pessoas e foi morto por seguranças do governo. Morreram no atentado o candidato à prefeitura de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, conhecido como Zé Gomes, e o cabo da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos.

José Eliton, que também é secretário de Segurança Pública do estado, está como governador em exercício, já que o governador Marconi Perillo (PSDB) viajou no último dia 19 deste mês para uma missão comercial nos Estados Unidos.

 

Atentado em Itumbiara – Candidato a prefeito é morto e vice-governador, baleado

Segundo o delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, o atirador foi identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura. Imagens mostram o tumulto e barulho de tiros no momento do atentado (veja vídeo acima).

Conforme a assessoria de imprensa do Governo de Goiás, o atirador parou na frente do veículo onde Eliton e José Gomes estavam e efetuou vários disparos. O quarto atingido foi o advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, de 62 anos, que também participava da carreata.

Eliton foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara. Uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea de Goiânia transportou o vice-governador e o advogado Célio Rezende para a capital.

Ao chegar ao Aeroporto Santa Genoveva, por volta de 22h, eles foram encaminhados em uma ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde devem permanecer internados.

A Assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás informou, às 20h51, que o estado de saúde do vice-governador era estável e ele não corria risco de morte.

Gilberto Ferreira do Amaral suspeito de matar o Zé Gomes da Rocha, em Itumbiara, Goiás (Foto: Reprodução)Gilberto Ferreira do Amaral foi identificado como atirador, em Itumbiara (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

“José Eliton está sedado e em procedimento de transferência, em UTI aérea, para Goiânia. O governador em exercício foi atendido de imediato pela equipe médica do Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia. O advogado Célio Rezende também está em procedimento de transferência para o Hugol, em Goiânia, na mesma UTI área em que será transportado o governador em exercício”, disse o comunicado.

Ainda de acordo com a assessoria, o retorno de Marconi Perillo a Goiás estava previsto para a próxima sexta-feira (30). No entanto, devido ao atentado, ele antecipou a volta e deve chegar a Goiânia na quinta-feira (29), por volta das 11h. Em seguida, concede uma entrevista coletiva sobre o caso.

Enquanto Perillo não retorna a Goiás, o presidente da Assembleia Legistaltiva, Hélio de Sousa (PSDB), é o governador em exercício.

O ataque
O deputado federal Jovair Arantes (PTB) também estava no veículo que foi alvo do ataque. Ele contou que o atirador estava sozinho em um carro que seguia na pista contrária à do comboio.

“Todo mundo achou que vinha pegar na mão, mostra um papel para o Zé [José Gomes]. De repente, ele sacou a pistola e começou a atirar a esmo. Graças a Deus que um segurança da responsabilidade da vice-governadoria estava presente e matou o cara”, afirmou.

A Executiva do PSDB Goiás divulgou nota lamentando o atentado. “José Gomes da Rocha liderava as pesquisas entre os candidatos a prefeito de Itumbiara. Foi um homem honrado, trabalhador e muito querido, sobretudo pela população. A Executiva presta sua homenagem ao segurança Vanilson, também vítima fatal do atirador. Muito triste haver pessoas capazes de atos de tamanha violência e covardia”.

Homem identificado como funcionário da prefeitura de Itumbiara Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, atirou contra cabo da PM Vanilson João Pereira (caído no chão), vice governador José Eliton e candidato José Gomes durante carreata em Itumbiara Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Momento em que atirador dispara contra o cabo da PM Vanilson Pereira durante atentado em Itumbiara, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Nota do TSE
Responsável pela condução das eleições municipais deste ano, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, informou, por meio de sua assessoria, que repudia o atentado que matou o candidato à Prefeitura de Itumbiara.

A assessoria do TSE ressaltou que, no início do mês, Gilmar solicitou ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que a Polícia Federal investigue todos os casos de assassinatos de candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.

Autoridades e políticos também divulgaram notas de repúdio ao atentado ocorrido em Itumbiara, no sul goiano. Nos comunicados, eles lamentam o ocorrido e enviam mensagens de consolo às famílias das vítimas.

Atentado em Buriti Alegre
Outro ataque relacionado à política em Goiás ocorreu nesta madrugada, em Buriti Alegre, na região sul. A casa do prefeito, Marco Aurélio Naves (PSDB), foi alvejada.

Segundo a Polícia Civil, quatro tiros atingiram o muro, o portão e a janela do quarto onde o gestor e a primeira-dama dormiam. Apesar disso, ninguém se feriu.

Vice-governador de Goiás é baleado; candidato a prefeito morre (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)José Gomes (de vermelho) morreu baleado em Itumbiara, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Perfil de José Gomes
José Gomes da Rocha, de 58 anos, começou sua carreira política em 1976, quando se tornou vereador em com apenas 18 anos. Depois, se elegeu deputado federal por quatro vezes, entre 1989 e 2003 e deputado estadual, logo em seguida. O político também ocupou a prefeitura de Itumbiara por dois mandatos, entre 2005 e 2012.

Após deixar o governo, conseguiu eleger seu candidato, o atual prefeito da cidade, Chico Balla (PTB). Em 2013, José Gomes foi nomeado como presidente da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago).

José Eliton, novo secretário de Segurança Pública de Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Vice-governador de Goiás, José Eliton foi baleado em Itumbira, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Perfil de José Eliton
Natural de Rio Verde, no sudoeste goiano, José Eliton (PSDB) foi eleito vice-governador do Estado de Goiás com o governador Marconi Perillo (PSDB) e reeleito em 2014. Ele é formado em direito e já atuou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO). No ano passado, foi secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED).

O político foi convidado pelo governador a assumir a Secretaria de Segurança Pública no dia 24 de fevereiro deste ano, substituindo Joaquim Mesquita. A troca aconteceu dois dias após a morte da estudante Nathália Zucatelli, 18 anos, baleada ao sair de um cursinho pré-vestibular, no Setor Marista, em Goiânia.

Sílvio Túlio e Vanessa Martins Do G1 GO

http://g1.globo.com/

Fugas coletivas, motim e morte misteriosa são registrados em cadeias públicas no Interior cearense nas últimas 72 horas

Incidentes ocorreram nas unidades penais em Aracati, Canindé, Iguatu e Juazeiro do Norte e estão sendo apurados pela Sejus

Fugas coletivas, motim e morte misteriosa são registrados em cadeias públicas no Interior cearense nas últimas 72 horas

Uma rebelião, três fugas em massa e uma morte misteriosa abalaram o Sistema Penitenciário cearense nas últimas 72 horas. Todos os casos ocorreram em cadeias públicas do Interior, mobilizando equipes de apoio da Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania (Sejus) e a Polícia Militar. No total, 21 detentos escaparam.

As fugas aconteceram nas cadeias públicas dos Municípios de Aracati, Pentecoste e Canindé. Os incidentes ocorreram entre a madrugada de domingo último (24) e a tarde de segunda-feira (25). Em ambos, os detentos cavaram buracos nas celas e fugiram sem que fossem contidos.

Em Aracati, no Litoral Leste do estado (a 149Km de Fortaleza), oito detentos cavaram um buraco em uma das celas e desapareceram sem que fossem percebidos pela guarda externa

Em Pentecoste (a 86Km de Fortaleza), cinco presos escaparam da Cadeia Pública por volta de 4:00 horas do domingo. No dia seguinte, mais um interno conseguiu também escapar da mesma unidade, totalizando seis fugitivos.  Os foragidos são: Dyones Alves de Paula, Marx Rodrigues da Silva, Gleydson Vieira da Silva, Jean Silva Félix, Francinaldo de Oliveira Maia e Francisco José Bernardino dos Santos. Apenas um deles foi recapturado até o momento.

Já na manhã desta terça-feira (27), uma confusão terminou em motim na Cadeia Pública da cidade de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri (a 528Km de Fortaleza).  Os detentos se rebelaram durante um conflito em meio ao banho de sol. Do pátio, a confusão se estendeu pelas galerias e foi parar nas celas. Os presos queimaram colchões, destruíram grades e outros equipamentos da cadeia.

Para impedir uma fuga em massa e até mesmo mortes na cadeia, a Polícia Militar foi mobilizada e cercou o prédio, com equipes da Força Tática de Apoio (FTA) do 2º BPM (Juazeiro), Comando Tático Rural (Cotar) e motos-patrulhas do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).  Não houve feridos e a rebelião foi contida com o apoio do Corpo de Bombeiros, que apagou as chamas nas celas e galerias.

Morte

Na Cadeia Pública de Iguatu, na Região Centro-Sul do Estado (a 377Km da Capital), um preso foi encontrado morto na manhã de ontem. O corpo estava pendurado nas grades de um dos xadrezes. As autoridades, porém, ainda investigam se o detento suicidou-se ou foi vítima de um assassinato. O cadáver foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), na mesma cidade, para exames de necropsia.

Por FERNANDO RIBEIRO

TJ anula júris que condenaram PMs pelo massacre do Carandiru

Policiais foram julgados em 5 tribunais de júri diferentes entre 2013 e 2014. Ministério Público e defesa de parentes de mortos vão recorrer ao STJ.

A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo anulou nesta terça-feira (27) os julgamentos dos 74 policiais militares condenados em primeira instância pelo massacre do Carandiru, em que 111 presos foram assassinados. Os júris foram reanalisados a pedido dos advogados dos PMs.

A Promotoria e a defesa dos parentes dos presos mortos vão recorrer ao STJ. Não houve unanimidade entre os votos. Dos três magistrados que votaram, o relator quis a absolvição de todos os PMs, enquanto os outros dois desembargadores pediram anulação dos júris já realizados, para que novos julgamentos sejam realizados.

O relator do caso, desembargador Ivan Sartori, votou para que os 74 policiais que foram condenados fossem inocentados. Ele baseou sua decisão no fato de que três agentes foram absolvidos pelos jurados na primeira instância. “Não pode o poder judiciário dar duas soluções distintas para o mesmo caso. Estas absolvições já transitaram em julgado. Queria ver se um de nós tivesse ali e fosse obrigado a aceitar um julgamento destes”, disse.

Os policiais foram julgados em cinco tribunais de júri diferentes, entre 2013 e 2014, e em todos foram condenados a penas que variaram de 48 a 624 anos de reclusão. Eles recorreram em liberdade.

Em um voto de 100 páginas, o desembargador também afirmou que não houve a individualização da conduta de cada agente. Como não foi feito confronto balístico nas armas apreendidas com os PMs e nos projéteis retirados dos presos mortos, não foi possível saber qual PM matou qual preso dentro no Carandiru.

Foto de arquivo de 2 de outubro de 1992 mostra multidão de parentes e curiosos na entrada da Casa de Detenção de São Paulo (Carandiru) a espera pelo final do confronto entre detentos e policiais (Foto: Heitor Hui/Estadão Conteúdo/Arquivo)Foto de arquivo de 2 de outubro de 1992 mostra multidão de parentes e curiosos na entrada da Casa de Detenção de São Paulo (Carandiru) a espera pelo final do confronto entre detentos e policiais (Foto: Heitor Hui/Estadão Conteúdo/Arquivo)

Ao contrário do relator, o desembargador Camilo Lellis votou pela anulação do júri e a realização de um novo julgamento, entendendo que o voto dos jurados é soberano. Votou também pela anulação do julgamento o terceiro membro da Câmara, desembargador Edson Brandão. Tanto Brandão quanto Lellis afirmaram que houve exagero nos atos cometidos pelos policiais no Carandiru.

Os três desembargadores concordaram que a decisão dos cinco júris dos PMs foram contrários às provas dos autos. Como o relator foi voto vencido, invocou um artigo do Código de Processo Penal que chama dois outros desembargadores presentes a votar o caso, mas eles foram contra a invocação do artigo.

Decisão anulou júris dos policiais militares condenados pelas mortes no Carandiru em 1992 (Foto: Tahiane Stochero/G1)Decisão anulou júris dos policiais militares condenados pelas mortes no Carandiru em 1992 (Foto: Tahiane Stochero/G1)

Como foi a sessão
– o relator do caso, desembargador Ivan Sartori, votou por estender a absolvição de 3 PMs a todos os 74 PMs condenados;

– o revisor, desembargador Camilo Lellis, discordou de Sartori e votou contra a absolvição sumária, mas a favor da anulação do júri, com novo julgamento;

– o terceiro desembargador, Edson Brandão, votou com Lellis.

O que acontece agora
– como a votação não foi unânime, os advogados dos PMs vão entrar com recurso no TJ para que outros dois desembargadores que não votaram analisem se é o caso de absolvição sumária dos PMs, como votou o relator. Os outros dois desembargadores que já votaram podem mudar o voto, mas é muito raro;

– o prazo para a defesa entrar com este recurso é de 5 dias após a publicação do acórdão;

– se os outros dois desembargadores votarem com o relator, os PMs são absolvidos. Se não, novos júris serão feitos;

– o Ministério Público já anunciou que irá recorrer da decisão, porque entende que houve individualização de condutas dos PMs. Também irá recorrer ao STJ caso haja extensão da absolvição de três PMs a todos os outros 74.

O massacre
O episódio que ficou conhecido como massacre do Carandiru aconteceu em 2 de outubro de 1992, após uma rebelião de presos na unidade. Ao todo, 111 detentos morreram após a entrada da Polícia Militar (PM) na casa de detenção.

No total, 74 policiais militares foram considerados culpados pelas mortes de 77 presidiários (os outros 34 presos teriam sido mortos pelos próprios colegas de celas). Os sentenciados receberam penas que variam de 96 a 624 anos de prisão. Somadas, as penas chegam a 20.876 anos.

Julgamento do Carandiru (GloboNews) (Foto: Reprodução GloboNews)Julgamento do Carandiru (GloboNews) (Foto: Reprodução GloboNews)
Massacre do Carandiru (Foto: Reprodução Globo News)Massacre do Carandiru (Foto: Reprodução Globo News)
Choque entra no Carandiru na tarde de 2 de outubro de 1992 (Foto: Arquivo Diário de S.Paulo)Choque entra no Carandiru na tarde de 2 de outubro de 1992 (Foto: Arquivo Diário de S.Paulo)
Via: http://g1.globo.com/

Detentos e reeducandos podem votar neste domingo (02) em Petrolina, no Sertão de PE

DSC_0016

Em Petrolina,  no Sertão de Pernambuco, mais de 15 reenducandos da Funase/Case vão escolher o próximo prefeito e vereadores do município. Cerca de cem presidiários também vão poder votar neste domingo (02). Um adolescente de 16 anos é um dos internos da Funase/Case e disse que vai exercer o direito ao voto no dia 2 de outubro. “Eu acho importante participar para gente eleger uma pessoa que tente melhorar nossa cidade. Porque nossa cidade também está precisando de muitas melhoras”, relata. Nestas eleições não haverá urna eletrônica na Funase/Case. De acordo com o Tribunal Superior eleitoral (TSE),o local deveria apresentar, no mínimo, 20 eleitores aptos a votar e este ano, são apenas 18 votantes. A coordenadora técnica da funase, Marineide Barbosa, explica o procedimento adotado para que os internos participem da votação. “São 18 votantes, entre 16 e 19 anos, e dois vão justificar o voto. Primeiro momento é pedir a autorização para o juiz da vara da infância, Marcos Bacelar, e também para o TRE para liberar o carro da unidade para que possa conduzir esses meninos até a sua escola de votação”, explica. Além dos internos da funase, 103 detentos provisórios da penitenciária Dr. Edvaldo Gomes estão aptos a votar. Para isso, será colocada uma urna eletrônica  dentro da unidade.  A votação vai ocorrer neste domingo, dia 2 de outubro, das 8h às 17h, no mesmo horário que acontece em todo o país.

(Via: G1 Petrolina)

Ceará: Polícia Federal invade Tribunal de Justiça e captura juízes

290916pfce2

A Polícia Federal cumpriu, nesta quarta-feira, (28), 19 Mandados de Busca e Apreensão e 24 Mandados de Condução Coercitiva expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). As buscas fazem parte da segunda fase da Operação Expresso, que aprofunda as investigações sobre um esquema de venda de decisões judiciais do Tribunal de Justiça do Ceará.

De acordo com a Polícia Federal, 14 advogados, dois desembargadores da ativa e um desembargador aposentado são alvos nesta fase. As buscas ocorreram nas residências dos investigados, escritórios de advocacia e em dois gabinetes de desembargadores do Tribunal de Justiça do Ceará.

Além dos Mandados de Busca e Apreensão e Condução, houve a determinação de bloqueio das contas de um desembargador aposentado e um advogado envolvido nas ilicitudes, considerando o montante do valor transacionado indevidamente em torno de decisões atípicas, que beneficiaram mais de 300 pessoas com a inclusão nos quadros da Administração Pública, no cargo de soldado da Polícia Militar do Estado do Ceará, entre 2011 e 2012, sem que fossem devidamente aprovadas no concurso público.

Os crimes investigados são associação criminosa, corrupção passiva, tráfico de influência, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Cento e dez policiais federais participaram da operação. Todos os investigados deverão prestar depoimento e após serão liberados.

Via: www.papotv.com.br – Fonte: G1

Petrolina-PE: 5°BPM e Policia Civil prendem indivíduos com pasta base de cocaína, maconha e arma de fogo

290916drogapetrolina-1

Nesta quinta-feira (29), por volta das 12:30h, após investigação, Policiais Militares do GATI/5ºBPM (Petrolina-PE) e da Policiais Civis daquela circunscrição, tomaram conhecimento de que estaria chegando certa quantidade de drogas oriundas do Estado de São Paulo para ser entregue em Petrolina-PE. Na ocasião, foi articulada uma manobra policial envolvendo o efetivo do GATI e Polícia Civil, com o objetivo de inibir a ação dos indivíduos. Baseado na investigação, o suposto traficante chegaria àquela cidade, por volta das 14h em um ônibus da empresa GONTIJO. No momento do desembarque do ônibus, o suspeito aparentava estar bastante nervoso e logo em seguida, embarcou em um táxi naquele mesmo terminal, portando algumas bagagens, sendo esse, interceptado nas proximidades da Praça da Sementeira em Petrolina, aonde foi realizada vistoria em seus pertences, sendo encontrada a quantidade de 2.050kg de maconha e 1.213kg de pasta base de cocaína, que estavam camuflados dentro de um aparelho de som. De acordo com o criminoso, identificado como THIAGO MARTINS DOURADO, 20 anos, residente em São Paulo, a droga teria como destinatário, a pessoa de ROMERO MONTEIRO PEREIRA, 39 anos, Moto Taxista do bairro Prado em Salgueiro-PE, residente atualmente no bairro Mandacaru em Petrolina, que foi detido na localidade conhecida como “ESTRADA DA BANANA”, no bairro Antônio Casimiro, sendo ainda apreendido sob sua posse, uma Pistola IMBEL, calibre 380mm, com 02 carregadores e 29 munições intactas, além da quantia de  R$ 800,00 em espécie e R$ 2.200,00 reais em cheque. Após a prisão, os acusados foram encaminhados para Delegacia de Plantão do Ouro Preto, com todo material apreendido, aonde foi lavrado o flagrante.

290916drogapetrolina-2

290916drogapetrolina-3

290916drogapetrolina-4

290916drogapetrolina-5

Por: Clodualdo Sousa – Da Redação Giro Sertão

Fonte: 5ºBPM

 

SEFAZ-PE divulga programa de recuperação de créditos tributários

290916sefaz

A Secretária da Fazenda do Estado de Pernambuco (Sefaz-PE) informa que a Lei Complementar nº 333, que institui o Programa Especial de Recuperação de Créditos Tributários (Perc), foi publicada na edição, do último dia 15, do Diário Oficial do Estado. O objeto do programa é recuperar parte do montante que as empresas devem ao Estado e dar aos contribuintes uma oportunidade de regularizarem sua situação com vantagens como parcelamento dos débitos e redução de até 95% das multas geradas pela dívida.

Com a entrada em vigor do projeto de lei, a meta do Estado é arrecadar R$ 120 milhões em débitos. As empresas podem fazer a adesão ao programa até o próximo dia 30 de novembro, através do pagamento da primeira parcela ou da parcela única. A Sefaz-PE estima que cerca de mil empresas devam aderir ao Perc.

Independentemente do valor do débito, as empresas terão a opção de parcelá-lo em até 24 meses. Se o pagamento for feito à vista, a redução das multas será de 95%. Se a opção for parcelar entre dois e quatro meses, o desconto é de 80%. No caso da quitação entre de 5 a 24 meses, esse percentual é de 50%.

Essa edição do programa de recuperação de créditos, a última foi em 2013, traz um benefício a mais para as empresas. Aquelas que são beneficiadas pelo Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Prodepe) terão a opção de parcelar o ICMS mínimo em até quatro vezes. Atualmente, ele é quitado uma vez por ano, no mês de janeiro. O benefício do parcelamento da dívida também será estendido para as empresas que tenham o ICMS retido no regime de substituição tributária.

Além do parcelamento e do desconto nas multas, as empresas que aderirem ao Perc terão a oportunidade de regularizar sua situação fiscal e, com isso, ficarem aptas a participar de licitações públicas e obter financiamentos de bancos públicos. “Em um contexto de quadro econômico preocupante, o Perc propiciará um significativo auxílio para que os contribuintes quitem suas obrigações tributárias pendentes, além de ser um importante reforço na entrada de recursos financeiros para o fluxo de caixa do Estado”, explica o secretário da Fazenda, Marcelo Barros.

Fonte: Comunicação Sefaz-PE

Salgueiro-PE: 8ºBPM inicia Operação Eleições 2016.

290916pg8bpm-1

Fotos – Clodualdo Sousa – (Giro Sertão)

Na manhã desta quinta-feira (29), no Auditório do Hotel Imperador em Salgueiro, por volta das 08h, em reunião fornida pelo Tenente Coronel PM – MARCONDES INÁCIO, Comandante do 8ºBPM, foi dado início às manobras ativas para a Operação Eleições 2016. O evento contou com a presença dos palestrantes, o Exmº. Sr. Dr. Juiz Eleitoral José Gonçalves de Alencar e Exmª. Srª. Promotora de Justiça Drª. ÂNGELA, simultaneamente responsáveis pela 75ª Zona Eleitoral que envolve a área de circunscrição do 8ºBPM. Na ocasião, os magistrados, juntamente com o Comandante da OME, TC PM – MARCONDES INÁCIO, puderam orientar, instruir e eliminar as dúvidas frequentes em se tratando de ocorrências nos focos eleitorais e procedimento a serem adotados em casos de crimes eleitorais, esclarecendo ainda os direitos e deveres de cada cidadão envolvido no pleito, seja ele das forças policiais, do judiciário, candidatos e eleitores.

Por ocasião do iminente Sufrágio Eleitoral onde os candidatos concorrerão aos cargos eletivos de Prefeito e Vereadores, mobilizando em aspecto geral toda a Sociedade Civilmente organizada, acarretando um maior cuidado da Polícia Militar, em virtude de ser um pleito mais próximo aos eleitores (comunidade) acirrando os ânimos podendo ocasionar sérios litígios.
O 8º Batalhão (Agamenon Magalhães), diante desta Eminente Missão de apoiar o Poder Judiciário Eleitoral, concomitantemente com o Ministério Publico e demais forças da SDS/PE, sobretudo na orientação e proteção dos eleitores, como também a todos os servidores relacionados ao evento é mister para os Policiais Militares envolvidos o perfeito cumprimento das normas eleitorais vigentes, não ocasionando repercussão negativa da PMPE com a opinião pública ou imprensa de modo geral.
objetivo
1.Redirecionar o lançamento do Policiamento Ostensivo em toda as suas modalidades, no tocante a proporcionar a integridade física de todos os envolvidos no citado pleito, concomitante com o lançamento do Policiamento ostensivo dos Locais de votação;
2.Executar a Legislação Eleitoral;
3.Garantir todas as fases do Processo de coleta e apuração;
4.Otimizar os meios empregados com ostensividade, impossibilitando a incidência de CVLI e CVP, durante o Processo Eleitoral;

GALERIA DE FOTOS

Por Clodualdo Sousa – Da Redação Giro Sertão.

Petrolina-PE: HU alerta pacientes e familiares para golpes aplicados por estelionatários

260916hut

A direção do Hospital Universitário (HU) em Petrolina vem fazendo um alerta sobre os inúmeros casos, nos últimos meses, de golpes aplicados em familiares e amigos de pacientes em unidades médicas de todo o país.

Geralmente, os golpistas entram em contato com as vítimas através do telefone e se identificam como médicos ou enfermeiros do hospital, e comunicam que o paciente precisa passar por algum tipo de procedimento cirúrgico ou que necessita de exames e medicamentos que não são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os golpistas, então, informam o número de uma conta bancária, na qual deverá ser feito o depósito para o pagamento do serviço.

Ocorrências dessa natureza não foram registradas no HU, mas pensando em garantir a segurança de seus pacientes e familiares, o hospital se antecipa e chama a atenção para esse estelionato. “O HU-Univasf ressalta que todos, absolutamente todos, os serviços oferecidos são custeados pelo SUS. Portanto, não cobra qualquer quantia em dinheiro de seus usuários”, afirma a direção.

O hospital esclarece, ainda, que não fornece qualquer tipo de informação sobre seus pacientes através de contato telefônico, mesmo que seja o familiar mais próximo do paciente. “O setor de Ouvidoria do HU-Univasf está à disposição para receber denúncias, reclamações e oferecer orientações a todos que utilizam os serviços do hospital”, enfatiza a nota.

Petrolina: Garoto de 15 anos é encontrado morto após ser detido por agressão

adolescente-morto

O adolescente de 15 anos, encontrado morto com marcas de agressão na cabeça, neste domingo (25), tinha sido apreendido horas antes por agredir um homem de 30 anos, no bairro Henrique Leite, Zona Leste de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Outros dois jovens, de 15 e 17 anos também participaram da agressão. O Boletim de Ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Ouro Preto. Até o momento a polícia não declarou se tem informações sobre os suspeitos da morte do adolescente. O corpo do garoto foi encontrado por volta das 8h20 do domingo (25), em um terreno baldio, no Loteamento Geovana, Zona Leste da cidade. De acordo com a Polícia Militar, a vítima tinha ferimentos na cabeça. Próximo ao corpo a polícia encontrou duas pedras grandes que estavam sujas de sangue. O local do crime foi isolado até a chegada do Instituto de Criminalística, que fez a perícia e removeu o corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML). Segundo o laudo do instituto, o garoto morreu após ser atingido por um objeto contundente. Agressão: Horas antes de ser encontrado morto, o jovem foi detido por agredir um homem, de 30 anos, junto com mais dois menores de idade.
A polícia fazia rondas na cidade quando encontrou os três adolescentes em uma briga com o homem. A vítima tinha sido atingida por um golpe de garrafa, provocado pelo garoto achado morto. Todos os envolvidos foram conduzidos para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos e em seguida liberados. Os familiares do jovem criticaram o trabalho realizado pela polícia. Eles alegam que não souberam da prisão do garoto e falaram que o adolescente foi liberado sem a presença dos pais ou de uma pessoa responsável. A família acredita que o fato contribuiu para que os suspeitos abordassem a vítima com facilidade. Sobre o assassinato, a delegada do departamento de homicídios, Sara Machado, disse que no momento não vai se pronunciar sobre o assunto.

(Via: G1 Petrolina – Foto Carlos Britto)

GALERIA-GIRO
salgueirococo
parceria serrita
roupas
acesso
parceria
4302950
visitantes Hoje : 1489
total de Acessos: 5371841
Quem está online : 4
IMG-20160512-WA0012