logo Real cds
clemilton alencar
maxx gelo
anuncie aqui

Absurdo, Conselho Tutelar pede a prisão de pai que gravou vídeo ensinando a profissão de pedreiro ao filho

Provavelmente você deve ter visto um vídeo que circula na internet nos últimos dias, de um pai ensinando seu filho a sua profissão de pedreiro.

“Um vídeo postado no Facebook mostra um pai que trabalha como pedreiro, ensinando a profissão ao seu filho… O garoto parece estar se divertindo com a situação e faz tudo extremamente rápido. O garoto seria filho do seguidor da página que divulgou o conteúdo. Ele foi identificado como Francisco Fonseca. O pedreiro explica que desde novo o menino sempre gostou de trabalhar, mas isso tem gerado uma divisão online. Para algumas pessoas, um menor trabalhando é um absurdo e a cena é um flagrante do que chamam de exploração infantil. Já para outras, o pai está dando um bom exemplo e ensinando a criança a importância do trabalho”

Pois é, o diretor do Conselho Tutelar expediu junto a Vara da Infância e Juventude um mandato de prisão para o pai do garoto, acusando-o de explorar trabalho infantil do filho.

Um internauta, solidário à família vítima de tudo que está acontecendo defendeu o pai do garoto:

“Trabalhei muito com meu pai sempre estudei e brinquei! Hoje sou grato a ele por ter me ensinado a ser quem sou hoje! Com 12 anos comprei minha primeira calça jeans e meu tênis que queria! Fiquei tão orgulhoso de mim! Obrigado meu pai por ter sido um exemplo de guerreirooo!”, disse o rapaz.

Veja abaixo o vídeo que mostra o garoto trabalhando e que está provocando grande polêmica nas redes sociais. Na sua opinião, esse pai deve ser preso por contar com a ajuda do filho pequeno em seu trabalho?

https://idicas.com

Mais um homicídio é registrado em Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de PE

Por volta das 18:30h desta quinta-feira dia (23), , mais um homicídio foi registrado na zona rural de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco. O fato se deu no Povoado Caraíbas, tendo como vítima fatal Emerson Ferreira da Silva, 24 anos. Segundo informações, dois indivíduos ainda não identificados se aproximaram da vítima em uma motocicleta de características não anotadas e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra Emerson, que ainda tentou correr, mais, atingido pelos disparos, não resistiu aos ferimento e faleceu no local. Policiais do I.C foram acionados e após a perícia no local do crime, o corpo foi liberado para ser encaminhado ao IML.

Giro Sertão

Jovem apreendido será testemunha no caso de tortura à adolescente em Santo Amaro

Vídeo: YouTube

O rapaz apreendido nessa quinta confessou ter presenciado as agressões, participou da violência. Segundo ele teria dito à polícia, a garota foi torturada porque “estava caboetando” o grupo para um outro rival, no tráfico de drogas.
O rapaz foi apreendido por policiais do 16º BPM por volta das 18h30. Segundo o soldado Franklin Alves, a polícia chegou ao suspeito durante ronda e que, sem qualquer elemento que o fizesse ser apreendido, ele seria solto, mas “a comunidade cercou e denunciou o envolvimento dele no crime”.
No WhatsApp do celular do jovem, há mensagens sobre o caso, além do vídeo da tortura, que ele havia compartilhado com amigos e dizia nas mensagens que o DHPP estava no encalço dos acusados. O rapaz, que estava planejando fugir para Olinda, contou à polícia que a moça é prima de uma homem conhecido na localidade como Boi, da comunidade do Campo do Onze, que matou um homem da DI (Demônios da Ilha). Seria essa uma das razões para as agressões à adolescente.  
Primeira prisão

Um acusado do crime já está preso: Felipe Henrique Matos, 22 anos, conhecido como Felipinho. Ele foi encontrado pela polícia na noite dessa quarta-feira (22). É ele quem aparece nas imagens cortando o cabelo e raspando as sobrancelhas da vítima, além de participar do espancamento promovido por um grupo de jovens suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na região do Campo do Onze, em Santo Amaro. Felipinho, que responde a outros crimes, confessou participação na agressão e pode ter ligação na morte de um policial.

Via: Folhape

Polícia de Apodi prende seis suspeitos de integrar organização criminosa que agia na cidade

Policiais civis e militares de Apodi prenderam, na tarde desta quinta-feira (23), duas mulheres e quatro homens suspeitos de estarem envolvidos na tentativa de homicídio de um adolescente conhecido como “Bigulão” e na formação de uma organização criminosa que estava agindo na cidade. Foram detidos em flagrante nesta quinta-feira (24), Jeova Julio Cavalcante Moura, 23 anos; Johnatan Vinicius Maia de Oliveira, 21 anos; Marcos Matheus de Oliveira Moreira, 21 anos; Francisco Ferreira de Lima, 50 anos; Crismeriane de Oliveira Melo, 42 anos e Lidiane Karla de Oliveira Lima, 36 anos.

Na última terça-feira (21), “Bigulão” foi atingido por disparos de um revólver calibre 38 efetuados por um integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), chamado Jeova Julio Cavalcante Moura, 23 anos, foragido da Penitenciária de Pau dos Ferros. O crime teve a participação de Johnatan Vinícius Maia de Oliveira, 21 anos.

A investigação da Polícia Civil descobriu que Jeová e Johnatan estavam envolvidos com mais quatro pessoas, formando uma organização criminosa que estava agindo na prática de outros crimes na cidade. “Nós descobrimos que este grupo está vinculado à prática de outros crimes como homicídios consumados, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubos que vinham acontecendo em Apodi”, detalhou o delegado titular da DP de Apodi, Renato da Silva Oliveira.

Os presos –Jeová Julio Cavalcante Moura confessou à Polícia Civil que atentou contra a vida do adolescente conhecido como “Bigulão”. Ele foi preso com um revólver calibre 38 e droga. Jeová foi autuado pelos crimes de tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e organização criminosa.

Johnatan Vinícius Maia de Oliveira foi autuado por tráfico de drogas, tentativa de homicídio e organização criminosa. Ele foi preso quando estava com maconha, crack, uma balança de precisão, várias embalagens para armazenamento de droga.

Marcos Matheus de Oliveira Moreira foi autuado por tentativa de homicídio. Ele é suspeito de ser o mandante do homicídio.

Francisco Ferreira de Lima, conhecido como “Titico dos Galos” foi autuado por organização criminosa.

Crismeriane de Oliveira Melo foi autuada por organização criminosa.

Lidiane Karla de Oliveira Lima foi autuada por organização criminosa.

Blog do BG: http://blogdobg.com.br

Bastidores do atentado que baleou promotores no MP em Natal

Um fim de manhã para nunca mais ser esquecido no prédio do Ministério Público em Natal neste dia 24 de março de 2017. Um atentado. Algo inimaginável até então. Um atirador. Um alvo. Tiros, promotores baleados e pânico. Confira abaixo a narrativa de uma testemunha, de identidade preservada, do caso que já ganha repercussão nacional

O atirador. Muito nervoso, o suspeito, em primeiro ato, tentou entregar um suposto documento, mas acabou barrado por ser informado que no momento acontecia uma reunião entre promotores.

Premeditado Na sequência, o atirador forçou a entrada e mirou no procurador-geral de justiça Rinaldo Reis. Na ocasião, errou o disparo, e então abriu fogo contra os promotores. Logo após,  empreendeu fuga.

Segundo testemunhas, o suspeito premeditou o crime. Estava muito nervoso e insistiu bastante para entrar no local em que se encontravam os promotores.

Depois Outras pessoas que estavam na sala, nesse momento, em pânico, foram orientadas a permanecer no local para evitar tumulto e facilitar o socorro das vítimas.

Blog do BG: http://blogdobg.com.br

Conheça o perfil do suspeito de realizar atentado que baleou promotores no MP em Natal

O suspeito de atirar nos promotores Jovino Pereira Sobrinho e Wendell Beetoven Ribeiro Agra, dentro da sede do Ministério Público do RN, na capital potiguar, foi identificado como Guilherme Wanderley Lopes da Silva. A Polícia realiza diligências por toda a capital.

Segundo o Portal No Ar, o servidor tinha sido afastado por distúrbios psiquiátricos e tinha retomado suas atividades. No entanto, havia orientação para que houvesse afastamento novamente e isso teria motivado o atentado.

Blog do BG: http://blogdobg.com.br

URGENTE: Assessor atira em promotores dentro da sede do MP em Natal

Um atendado dentro da sede do Ministério Público do Rio Grande do Norte abalou a capital potiguar no fim da manhã desta sexta-feira(24). Na ocasião, o procurador-geral adjunto e um promotor de Justiça foram baleados. As vítimas foram identificadas como Jovino Pereira Sobrinho e Wendell Beetoven Ribeiro Agra.

Informações dão conta que o promotor Wendell Beetoven foi baleado nas costas, enquanto o procurador adjunto, foi atingido no tórax. Ambos foram socorridos e se encontram conscientes.

Segundo o MP, o atirador é um servidor que invadiu uma reunião e efetuou os disparos, fugindo em seguida com destino ignorado. A PM realiza diligências pela região. Não se tem informação do estado de saúde das vítimas.

Polícia prende falso empresário envolvido em explosões de banco na Paraíba e em Pernambuco

Uma operação da Policia Civil, que envolveu equipes da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de Campina Grande e da 21ª Delegacia Seccional, com sede em Solânea, prendeu, na madrugada desta quinta-feira (23), Erivaldo Nascimento dos Santos, de 39 anos. Ele é reconhecido como o dono de um dos maiores arsenais de armas de fogo já apreendidos na Paraíba e possui uma empresa fictícia, uma distribuidora de gás de cozinha, que estava registrada em nome da mulher dele.  Além disso, Erivaldo Nascimento é investigado por envolvimento em casos de explosão a terminais bancários, não só na Paraíba, mas também em estados vizinhos. 

De acordo com o delegado Cristiano Santana, Erivaldo foi preso em um condomínio fechado, na cidade de Bananeiras. Durante a abordagem, tentou fugir. No momento da ação, o suspeito portava uma identidade falsa. Erivaldo Nascimento possui mandados de prisão em aberto na Paraíba e em Pernambuco. No mês de novembro de 2016, foram apreendidos seis fuzis e diversos materiais utilizados em explosões bancárias dentro de um carro importado que estava em nome do suspeito. A prisão ocorreu após uma denúncia anônima que informava que Erivaldo Nascimento estaria escondido em Bananeiras e que utilizava um carro popular para deslocamento.  Além de ser chefe do esquema criminoso, o suspeito participava das explosões de caixas eletrônicos. 

Segundo a autoridade policial, não há dúvida de que, com a prisão do empresário, tenha havido um enfraquecimento do grupo criminoso que provavelmente planejava novos ataques a bancos na Paraíba. Foi uma investigação longa, porém, após ouvir dezenas de pessoas, a Polícia identificou e prendeu o responsável, apontado como um dos líderes da organização.  
 

O preso foi apresentado à imprensa, durante coletiva na tarde desta quinta-feira (23), realizada na Central de Polícia de Campina Grande. Erivaldo foi levado para participar de audiência de custódia, de onde poderá, de acordo com procedimentos judiciais, ser encaminhado para um dos presídios de Campina Grande.

http://sertaoinformado.com.br

Paraíba: Jovem com tornozeleira eletrônica é preso quatro dias após ser solto

Um jovem de 25 anos foi preso suspeito de tráfico de drogas quatro dias depois de ter sido solto em uma audiência de custódia em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, Rafael de Lima Silva estava com uma tornozeleira eletrônica no momento da prisão, na quinta-feira (23), e foi localizado no bairro do Tambiá, depois que um suspeito de roubo indicou o local como sendo ponto de venda de drogas.

Segundo o capitão Souza, do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de João Pessoa, a localização do suspeito de tráfico começou com a prisão de um homem de 23 anos que havia invadido a casa de uma idosa de 72 anos, no bairro da Torre, por volta das 16h30 da quinta-feira. “Ele fugiu da casa levando um notebook e algumas pulseiras e conseguimos prender este suspeito no bairro de Tambiá. Ele nos contou que iria trocar os produtos roubados por droga, em uma comunidade no mesmo bairro”, explica o capitão.

De acordo com o policial, ao chegar no local, Rafael Lima viu o carro da polícia e começou a correr. “Conseguimos alcançar o suspeito e ao fazer a abordagem, vimos que ele estava com a tornozeleira eletrônica e com uma quantia de droga no bolso. Fomos até o local de onde ele havia fugido e achamos o restante da droga e a balança de precisão”, disse.

Ainda de acordo com a polícia, Rafael Lima havia sido preso no domingo (19), com uma pistola calibre 38 e uma quantia de maconha. Ele passou por uma audiência de custódia na segunda-feira (20) e foi liberado para responder em liberdade pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Com a prisão desta quinta-feira, ele passa a responder também por tráfico de drogas. Os dois homens foram levados para a Central de Polícia Civil de João Pessoa.

http://sertaoinformado.com.br

Paraíba: Suspeito de fornecer armas usava empresa de fachada, diz polícia

Homem foi preso em Bananeiras e ostentava casa e carro de luxo. Empresário é suspeito de fornecer armas para quadrilhas da PB e PE.

Suspeito de fornecer armas (2)
Suspeito de fornecer armas (2)
« 1 de 4 »

Era utilizando uma empresa de venda de gás de cozinha de fachada que o empresário Erivaldo Nascimento dos Santos, de 39 anos, conhecido como “Neguinho do Gás” escondia uma vida criminosa. Suspeito de fornecer armas para quadrilhas atacarem caixas eletrônicos e instituições bancárias na Paraíba e Pernambuco, o homem foi preso na noite desta quinta-feira (23), na cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano. Segundo a Polícia Civil, além de fornecer armas, ele é apontado como “cabeça” da organização criminosa. Erivaldo nega os crimes.

Segundo o delegado Cristiano Santana, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil, a empresa de gás de fachada, localizada no bairro Liberdade, em Campina Grande, era utilizada para que não fossem levantadas suspeitas, tendo em vista o alto padrão de vida que o empresário tinha, ostentado casa e carro de luxo importado.

“Ele tinha uma vida criminosa e usava a revendedora de gás para manter algo de fachada e, de certa forma, justificar todo o patrimônio que tinha”, explica o delegado.

Suspeito nega
Depois de ser preso, o homem negou envolvimento no crime. Ele foi apresentado na tarde desta quinta-feira (23), em uma coletiva de imprensa, em Campina Grande e disse que não queria falar sobre o caso, sob orientação de seu advogado. O empresário está sendo autuado pelos crimes de formação de organização criminosa, furto qualificado, e confecção de documento falso.

A prisão
O empresário foi preso em um condomínio de luxo na cidade de Bananeiras, cerca de 24 horas após a DRF divulgar o nome dele e uma foto, como procurado. A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima com informações de onde ele estava. A suspeita é de que ele já se preparava para fugir. No momento da prisão, o suspeito usava uma carteira de identidade falsa, com outro nome, e estava com um veículo Golf, que seria usado para possível fuga.

“A pessoa que fez a denúncia provavelmente viu a imagem dele através da imprensa e o reconheceu, fazendo o verdadeiro papel de cidadão e denunciando. Quando chegamos no condomínio, ele tentou fugir, pulando um muro, mas foi capturado”, disse o comandante da 7ª Companhia de Polícia Militar Independente (7ªCPMI).

“As equipes da Polícias Militar e Civil foram ao local de imediato e não esperaram para realizar a prisão, pois ele já poderia fugir”, complementou o delegado seccional da Polícia Civil, em Solânea, Diógenes Fernandes.

Já foi preso
Ainda segundo a Polícia Civil, o homem já havia sido preso e responde a um processo por porte de explosivo na comarca da Justiça da cidade de Gurinhém. “Ele já foi preso com explosivos e agora, depois de sair da prisão, é apontado por fornecer armas para quadrilhas que também atacam bancos”, disse o delegado regional da Polícia Civil, Luciano Soares.

Ataques em Pernambuco
Segundo a investigação da Polícia Civil, a quadrilha da qual o empresário é apontado como integrante é suspeita de ter praticado o ataque contra uma agência do Banco do Brasil na cidade de Macaparana, em Pernambuco, além da explosão de uma caixa eletrônico no Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe, também em Pernambuco.

“Essa quadrilha é investigada pelo ataque em estabelecimentos na Paraíba e Pernambuco, mas esses dois casos citados de Pernambuco já estão com as investigações avançadas, apontando provas da participação”, disse Cristiano Santana.

Operações
O grupo começou a ser desarticulado depois da apreensão de um arsenal de armas de fogo, ocorrido em 25 de novembro de 2016, na cidade de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano.

Dois homens foram abordados depois de apresentarem atitude suspeita. Um deles estava em uma Land Rover Evoque, que é de propriedade do empresário, com armas, munições e coletes balísticos. Já o outro suspeito foi preso em uma caminhonete modelo S-10 roubada que estava carregada com grampos que seriam usados em ações criminosas.

No dia 27 de janeiro, uma nova operação interestadual foi realizada na Paraíba e Pernambuco, que acabou resultado em nove prisões. Na cidade de Alcantil, um vereador também foi preso. As operações resultaram na maior apreensão de armas de grosso calibre da história da Paraíba. Entre as armas estavam fuzis, espingardas, submetralhadoras, pistolas, milhares de munições, além de coletes balísticos.

http://g1.globo.com/pb

 
contador de acessos
salgueirococo
parceria serrita
roupas
acesso
IMG-20160512-WA0012

You Tube

GALERIA-GIRO